Publicação RIF - Publicação resistente à censura com foco em UX

Por Nik Page - Consultor de UX

20 de maio de 2020

Há uma crise na disseminação da verdade. Por mais dramático que pareça, isso é provavelmente um eufemismo. O jornalismo de alta qualidade, outrora considerado o ponto de partida de informações aceitas como uma fonte quase sagrada dessa verdade, está sob ataque de vários ângulos, que variam de resultados de pesquisa personalizados nos grandes mecanismos de busca a publicidade de visitas baseada em receitas, mídia questionável e censura direta e propaganda fornecida por robô. Infelizmente, esta é uma lista resumida dos problemas.

O RIF Publish (um projeto da IOVlabs) lançou recentemente uma demonstração de sua contribuição para solucionar ao menos alguns desses problemas, um processo aparentemente simples que permite que um editor publique em servidores descentralizados e resistentes à censura com a ajuda de uma página Web de arrastar e soltar ou um plugin do Wordpress. O conteúdo está disponível para os leitores que usam seus navegadores comuns com a ajuda de outro plug-in. Isso não resolve todos os problemas que o jornalismo enfrenta hoje, mas é um primeiro passo que levará a soluções mais robustas. Nem é uma tecnologia totalmente nova, longe disso, ela se apoia em vários elementos de código aberto.

Design Centrado no Usuário

Um aspecto importante do que diferencia a abordagem de publicação do RIF é o foco e motivação centrados no usuário, para oferecer uma experiência superior ao jornalista/editor e ao leitor. A equipe reconheceu que existem opções do ponto de vista tecnológico, mas observou que nenhuma havia alcançado ampla adoção por nenhum dos grupos-alvo. O RIF Publish começou seu trabalho de design entrevistando jornalistas para entender como eles realizam o seu trabalho, quais são suas preocupações e necessidades não atendidas e que experiências, se houver, tiveram com outras ofertas descentralizadas e/ou blockchain. O feedback que obtiveram foi que as ofertas atuais eram muito difíceis, muito caras ou com benefícios pouco claros. A escolha de começar com uma publicação resistente à censura foi informada diretamente através dessas entrevistas, que mostraram que os problemas e os benefícios de solucioná-los são claros para o grupo-alvo.

A equipe de design do RIF Publish também considerou os leitores. Eles queriam especificamente evitar um aplicativo dedicado que pudesse ser considerado ilegal ou ser bloqueado. Foi fundamental se adequar aos hábitos e ferramentas usados ​​pelos consumidores.

Bonita, Gratuita e Resistente à Censura

Visíveis em um navegador comum (Brave, Firefox ou Chrome), as postagens resultantes são páginas da Web completas com formatação, mídia e links. Elas são apropriadas para editores de marca. Outro fator importante foi o custo, portanto, o RIF Publishing não cobra pela postagem nem taxas de rede, como as opções baseadas no Ethereum. Há um marketing interno via Twitter, mas os links para as postagens podem ser compartilhados em qualquer canal. Os artigos são hospedados no IPFS (há planos de incorporar o SWARM em breve), tornando impossível para um governo ou qualquer outra pessoa bloquear facilmente os servidores. O processo de postagem para leitura é contínuo.

Próximas etapas

De acordo com sua abordagem centrada no usuário, o RIF Publish decidirá sobre as etapas a serem seguidas somente após reunir feedback de jornalistas e leitores. No entanto, as opções prováveis ​​incluem:

  • Painel do editor para gerenciar a persistência de postagens e rastrear os leitores.
  • Ferramentas de equipe para organizações maiores.
  • Opções de pagamento para os leitores apoiarem diretamente escritores/editores.
  • Ferramentas de “Confiança na fonte” para limitar a influência de fake news.

Em breve, o RIF Publish estará disponível para desenvolvedores. Fique de olho no nosso anúncio oficial!

Follow our news!