Como lançar um site sem servidor usando o RIF Storage

Por Rinke Hendriksen- Proprietário do Produto Swarm
10 de abril de 2020

O RIF Storage foi estabelecido para criar a camada de base de uma Internet verdadeiramente descentralizada. Anteriormente, falamos sobre a parceriaentre o RIF Storage e o Swarm no que diz respeito ao funcionamento de alto nível do protocolo, as melhorias com relação ao incentivo ao protocolo e o lançamento de nossa rede de teste incentivada. Em nossa documentação, você pode conferir como iniciar seu próprio nó RIF Storage e participar de nossa rede de teste incentivada, mas... como você pode lançar seu próprio site sem servidor?

Fazê-lo é de fato surpreendentemente fácil. Tão fácil, talvez, que já deveríamos ter criado um tutorial simples e prático para você experimentar!

Podemos prometer a você o seguinte: Todo mundo é capaz de lançar agora um site imparável e sem servidor. Como? Por favor, continue lendo para descobrir!

Hello World HTML

Para aproveitar ao máximo a hospedagem de um site de maneira descentralizada, ele não deve exigir conexões com nenhum back-end (centralizado). Para quem nunca criou um site assim, vamos criar um site muito (muito!) simples:

                  <html>
                  <header>
                  <title>My first website</title>
                  </header>
                  <body>
                  Hello world
                  </body>
                  </html>
               

Embora este site seja muito fácil, todos os componentes usados na Web normal podem ser utilizados com o RIF Storage!

Se você salvar este arquivo como index.html e abri-lo no navegador, verá a interpretação do navegador do que acabou de escrever.

Tradicionalmente, o exemplo Olá, mundo agora continuaria com a configuração de um servidor Web básico. Em poucas palavras, um servidor é um programa de computador que envia um arquivo (como index.html) mediante solicitação; se você visitar um site, envia uma solicitação para um servidor, que envia uma página da Web em troca.

Comparação entre o modelo cliente-servidor centralizado tradicional (arquitetura web1.0 e web2.0) e o modelo descentralizado (web3.0)

Sites sem servidor

O RIF Storage permite a configuração de um site sem servidor: Não existe um servidor controlado centralmente que envie o arquivo index.html mediante solicitação, mas sim uma coleção de nós colaboradores e incentivados. Para os fins deste blog, não entraremos em detalhes de como isso funciona. Essencialmente, seu arquivo será cortado em vários pedaços, todos armazenados em computadores separados e reunidos, mediante solicitação. Essa arquitetura oferece muitos benefícios, o principal é que os dados nesta Web não são mais de propriedade e controlados por uma única parte, tornando-os resistentes à censura e imparáveis!

Primeiramente, vamos fazer uma preparação. Altere seu arquivo index.html para dizer “Olá, mundo descentralizado”:

                  <html>
                  <header>
                  <title>My first website</title>
                  </header>
                  <body>
                  Hello decentralized world
                  </body>
                  </html>
               

Agora, navegue até swarm.rifgateways.org e pressione o botão de upload. Navegue até seu arquivo index.html atualizado e faça o upload do arquivo.

Se você agora clicar em “Copiar link para a área de transferência” e colar esse link na barra de endereços do seu navegador, poderá ver o site sem servidor. Muito fácil, não?

OBSERVAÇÃO! Seu link deve se parecer com <long_sequence_of_characters/index.html>

DNS sem servidor

O link que você acabou de copiar no navegador parece bastante complexo e não é muito fácil de memorizar. Seu amigo poderá visitar seu site colando este link no navegador dele, mas não seria mais fácil criar um site real com um nome memorizável?

No mundo centralizado, isso é resolvido por um servidor DNS. Ele basicamente mantém um registro de endereços de sites e endereços IP: se você digitar https://www.iovlabs.org/ no navegador, primeiro envie uma solicitação ao servidor DNS, solicitando o endereço IP por trás deste site e, consequentemente, você envia uma solicitação ao servidor real.

Isso também é possível de maneira descentralizada, utilizando contratos inteligentes na blockchain: o RIF facilita isso com o RIF Name Service (RNS), que permite resolver qualquer nome legível por humanos (terminando com a extensão .rsk em um identificador de conteúdo (o endereço do seu site). Confira nosso blogpost mais recente que explica esse processo, se você ainda não o fez. Seguindo as etapas descritas no blog, você poderá usar seu próprio nome de domínio para o site recém-criado. É surpreendente!

Após adquirir o domínio, você precisa adicionar a resolução do conteúdo. É simples através do novo gerente de RNS. Faça login no seu console de administrador (como mostrado abaixo).

Pressione “editar” para definir o conteúdo. Como conteúdo, você precisa definir o endereço de conteúdo do seu index.html. O endereço do conteúdo é essa longa sequência de caracteres e números, anteriormente na barra de endereços do navegador. O RNS requer que esse endereço comece com 0x. Basta adicioná-lo!

Se você não tem tempo para fazer isso, mas ainda quer ver a mágica acontecer, pode navegar para manifesto.rks

Magia!

E com relação aos gateways?

Se você chegou até aqui e conseguiu criar seu próprio site sem servidor e adicionar uma resolução de nomes descentralizada, parabéns! Entretanto, alguns de vocês já devem ter notado que ainda há um componente centralizado envolvido. Exatamente, nossos gateways.

Até agora, usamos um site “tradicional”, como um portal para a rede descentralizada. Chamamos esse sistema de servidor de gateway. O servidor de gateway executa o software RIF Storage Swarm e o expõe à Internet, para que você não precise executá-lo. Obviamente, esse servidor não é um requisito para acessar a Internet descentralizada, apenas facilita o acesso!

Um exemplo ilustrativo de como os gateways interagem com armazenamento descentralizado e clientes

Para quem realmente deseja ter uma experiência totalmente descentralizada, o software Swarm, que está sendo executado em nosso gateway, está bem documentado (no nosso portal de desenvolvedores ou neste artigo do RIF). Aconselhamos que você leia essas informações e tente sozinho. Além disso, a equipe da RIF está sempre disponível para responder a qualquer pergunta ou ajudar na sua implementação.

Você pode assistir ao tutorial do meu workshop sobre como iniciar um site no RIF Storage usando seu próprio nó através deste link: https://www.youtube.com/watch?v=dXMEHi5cjck&t=2281s

Em breve:

Muitas coisas interessantes estão surgindo para tornar a experiência na Web descentralizada ainda melhor, mas duas coisas exigem a nossa atenção especial no futuro próximo. Siga-nos no Twitter @rif_os para se manter informado e ser o primeiro a conhecer nossos lançamentos!

RIF Publish

O RIF Publish é uma maneira (ainda mais fácil) de publicar e consumir principalmente conteúdo estático (como artigos e sites) em armazenamento descentralizado. O objetivo é combater a censura ao conteúdo e aos criadores de conteúdo, especialmente em certas jurisdições onde isso representa um problema mais significativo.

Fixação global

Uma rede descentralizada como backbone da Internet é ótima em alguns casos, mas a descentralização vem com a perda de algum controle: como alguns de seus arquivos são armazenados em outros nós da rede, pode acontecer que eles se percam. Por fim, isso nunca pode ser totalmente evitado, por esse motivo a fixação global é um recurso tão importante. A fixação global permite o reparo automático dos seus arquivos em caso de perda, permitindo a persistência dos arquivos, desde que um nó (o fixador) armazene o arquivo.

Follow our news!