Nesta entrevista, conhecemos um pouco mais sobre Vojtech Simetka, Product Owner da Equipe de Armazenamento da RIF.

Por que você se juntou à equipe? 

No ano passado, eu estava trabalhando com a RSK para trazer o Blockchain 4 Humanity DApp (baseado no meu trabalho anterior na Giveth) para a rede RSK. Eu gostei de trabalhar com a equipe da IOV Labs, e nossos objetivos estavam muito alinhados. Quando apareceu uma oportunidade de evoluir nossa colaboração, e ainda melhor na equipe de Armazenamento de Dados da RIF, eu aceitei imediatamente.

No que você está trabalhando atualmente? Do que você mais gosta no seu trabalho?

Eu sou Product Owner da equipe de Armazenamento de Dados RIF. Armazenamento descentralizado é um dos serviços que, mais cedo ou mais tarde, quase todo DApp necessitará, mas atualmente não há uma solução fácil de usar integrada com outros serviços. No entanto, é uma área muito interessante de abordar. Embora seja aparentemente fácil – tudo que você precisa fazer é armazenar e recuperar arquivos, certo? –, fica na intersecção de vários serviços. Para construir uma solução verdadeiramente descentralizada, você precisa de um sistema de pagamento rápido que suporte microtransações, name resolver, camada de comunicação P2P, sistema oracle e muito mais. Este é claramente um projeto multidisciplinar sobre o qual estou pessoalmente muito entusiasmado, pois atualiza meu conhecimento passado adquirido na universidade, na CERN e na Giveth.

Quais características técnicas você acha que fazem do RSK e da RIF uma opção interessante para desenvolvedores em comparação com outras opções populares?

Em vez de recursos técnicos (que normalmente são apenas uma questão de tempo antes de serem disponibilizados em outros sistemas), vejo os benefícios do sistema RSK & RIF como uma solução integrada e coerente. Desenvolver verdadeiros DApps é muito difícil, principalmente porque a pilha técnica não está integrada. É como construir um carro com componentes de vários tipos de carros esportivos, silvertape e um martelo. Embora seja possível, requer engenhosidade e muito trabalho. Ter todas as ferramentas e componentes subjacentes trabalhando juntos em um sistema coerente construído por uma empresa definitivamente promete um desenvolvimento muito mais fácil.

Seu DApp precisa estar acessível por meio de um serviço de roteamento descentralizado para que seus usuários não precisem lembrar de uma longa sequência de letras e números? Perfeito. Basta conectar o RNS. Você também precisa de transações rápidas e baratas? Pronto. É disso que se trata o Lumino.

Qual tem sido seu maior desafio até agora como desenvolvedor na indústria de blockchain?

Além do ferramental, sempre achei a mentalidade de “é apenas um experimento e não destinado à produção” muito difícil de superar. Tem sido um desafio encontrar ferramentas, talentos e criar equipes que forneçam soluções prontas para produção. Outro padrão comum que vejo é a falta de colaboração e relutância em usar as soluções existentes que levam à reinvenção da roda.

Quais você acredita ser os maiores gargalos atuais na indústria para desenvolvedores de blockchain? 

Sem dúvida, a falta de ferramentas prontas para produção, soluções e sua interoperabilidade. Os limites em cadeia são obviamente altos na lista de gargalos.

Como você imagina a indústria nos próximos cinco anos? Que papel você acredita que a RSK e o RIF terão nesse cenário?

Acho que estamos apenas começando a ver as primeiras aplicações que são interessantes e compreensíveis para o público em geral. Nós, a comunidade blockchain, estamos começando a perceber que a facilidade de uso, em conjunto com a atração das comunidades que mais podem se beneficiar, é a única maneira de alcançar a adoção. Tenho certeza de que essa tendência continuará, e veremos mais aplicativos (ou até mesmo DApps) abstraindo a tecnologia blockchain.

Em termos de ferramentas, vislumbro o aparecimento de um sistema mais holístico, abordando mais do que apenas um problema e integrando-se perfeitamente a outras camadas na pilha de desenvolvimento. Observando o que o RIF está fazendo, estou convencido de que ele vai liderar a tarefa de criar estruturas que incluam um conjunto de componentes, adequados para resolver as necessidades de aplicativos ou DApps de pequena e grande escala.

Como as pessoas podem entrar em contato com você se tiverem alguma dúvida?

No Twitter.